Você está vivendo ou sobrevivendo?

Você já tentou olhar para dentro e avaliar sua trajetória até aqui? - Photo by RODRIGO MTORRES on Unsplash.
Você já tentou olhar para dentro e avaliar sua trajetória até aqui? – Photo by RODRIGO MTORRES on Unsplash.

Olá!

Hoje eu gostaria de fazer com você uma reflexão simples, mas que a gente nem sempre se permite fazer:

Eu estou vivendo ou apenas deixando os dias passarem?

Sou muito observador, logo, frequentemente tento sair da minha bolha pessoal e observar melhor o que está ocorrendo além das barreiras da minha pele.

Nem sempre é agradável, mas ajuda na consciência de sociedade, de vida em grupo mesmo. Com a atual bipolarização no Brasil, por exemplo, creio que perdemos enquanto povo essa capacidade, pelo menos momentaneamente.

Olhar de fora para dentro, porém, também ajuda a levantar outros pontos pessoais importantes:

  • Estou gerando no mundo aquilo que gostaria?
  • Estou fazendo aquilo que gostaria de fazer ou caí na atual situação como um resultado exclusivo do ambiente que me rodeia?
    • Se estou fazendo o que gostaria, isto continua fazendo sentido para mim?
    • Se não estou fazendo, por que continuo neste caminho?
  • Sinto orgulho ou pertencimento em relação ao papel que desempenho hoje?
  • O que posso fazer para melhorar?

Pode parecer apenas um papo de autoajuda, mas esse tipo de análise me ajuda muito a mudar de trajetória de tempos em tempos.

É como costumo falar para amigos: se não tenho objetivos, perco o gosto pelo que estou fazendo, me sinto perdido.

Agora que você já se permitiu fazer as perguntas acima, pense comigo: além da vida no trabalho, no cercadinho de quatro paredes, o que faço da minha vida? Além disso, o que me impede (caso seja minha vontade) de fazer diferente?

A gente tende, com o tempo, a cair em um script casa-trabalho-casa que escraviza e reduz o ser humano.

Não precisa se tornar um party animal (rato de festa), mas aproveitar de fato o tempo que tem em casa, a companhia de quem vive contigo, o aconchego dos seus amigos, a cidade onde você mora.

Se você não se atentar a isso, poderá acordar desse stress entorpecente da vida moderna daqui uns 20 anos, olhar para as suas mãos mais marcadas pela idade e se perguntar: o que fiz da minha vida até aqui?

Se você já estiver nessa fase, uma dica: a vida é o agora!

Talvez você já não consiga brincar no playground da pracinha, mas há um mundo de experiências a serem vividas.

Sacuda as poeiras e as traças da vida não tão bem vivida e abrace o mundo em volta! Há sempre tempo! Seja meio século ou um dia.

Arrivederci! 🙂

Publicado por

Adriano Donato Couto

Ítalo-brasileiro nascido em Minas Gerais, morando atualmente na região de Lisboa. Desenvolvedor de software. Italo-brasiliano nato a Minas Gerais. Abita attualmente a Lisbona (Portogallo). Sviluppatore di software. Italian-Brazilian that was born in Minas Gerais (Brazil). Living in Lisbon currently. Software developer.

2 comentários em “Você está vivendo ou sobrevivendo?”

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s