Remembrance Day: o que é e por que Londres se veste com poppies?

The Cenotaph - Whitehall. Cenotaph são espécies de memoriais. O The Cenotaph homenageia os mortos da Commonwealth nas duas Grandes Guerras e britânicos em conflitos posteriores. The Cenotaph - Whitehall. Cenotaph são espécies de memoriais. O The Cenotaph homenageia os mortos da Commonwealth nas duas Grandes Guerras e britânicos em conflitos posteriores.

Para quem estiver por Londres neste mês, em especial até o dia 11, será inevitável notar um detalhe importante: em vários pontos da cidade, as poppies estarão presentes, seja na roupa de algumas pessoas, nos famosos táxis pretos da capital britânica ou até mesmo em algumas estações de metrô.

A estação London Bridge do metrô foi uma das escolhidas para estampar homenagem por ocasião do Remembrance Day.
A estação London Bridge do metrô foi uma das escolhidas para estampar homenagem por ocasião do Remembrance Day.

Não sabe muito bem dessa história toda? Eu vou te explicar no texto de hoje! 🙂

London King's Cross - Poppy gigante colocada na estação de metrô por conta do Remembrance Day.
London King’s Cross – Poppy gigante colocada na estação de metrô por conta do Remembrance Day.

O que são as poppies?

Poppies são flores vermelhas de desenho simples, mas muito bonitas. Em português, conhecemos a planta que produz estas flores como papoula.

Do fruto não maduro (cápsula da flor), pode-se extrair um líquido leitoso que contém várias substâncias importantes, sendo a principal delas a morfina.

Por conta de suas propriedades farmacológicas, infelizmente, o líquido (o ópio) também se tornou conhecido como fonte de drogas alucinógenas, entre elas a heroína.

Por que foram eleitas como símbolos do Remembrance Day?

Diz-se que as poppies começaram a crescer nos campos de batalha, locais destroçados após anos de conflito da Primeira Guerra Mundial.

Por conta disso, as flores passaram a ter uma conotação de renascimento e renovação. Sua cor vermelha, por sua vez, fazia lembrar o sangue derramado neste período.

Apesar de inicialmente remeter à Primeira Guerra Mundial, hoje ela serve como símbolo de memória pelos soldados da Commonwealth mortos em todos os conflitos, seja nas duas Grandes Guerras, na Guerra da Coreia ou em vários outros momentos.

Nos dias que antecedem o Remembrance Day (e Sunday), pode-se ver broches de poppies sendo vendidos em vários lugares de Londres em prol da Royal British Legion, instituição que visa dar suporte a veteranos britânicos de guerra e seus familiares.

Um dos modelos de broche de poppy para o Remembrance Day.
Um dos modelos de broche de poppy para o Remembrance Day.

O que é o Remembrance Day?

O Remembrance Day, ou Dia do Armistício, marca o fim da Primeira Guerra Mundial.

Anualmente, é comemorado por países da Commonwealth para lembrar as 11 horas do 11º dia do 11º mês de 1918, quando os Aliados (representados pelo General Ferdinand Jean Marie Foch, da França) e Matthias Erzberger (representante da Alemanha) assinaram o Armistício de Compiégne, cessando os conflitos.

Apesar de representar o cessar das batalhas, a Primeira Guerra Mundial seria de fato considerada finalizada com a assinatura do Tratado de Versalhes em 28 de junho de 1919.

 

 

E o Remembrance Sunday?

O Remembrance Sunday, ou Domingo da Memória, é a data oficial de cerimônias relacionadas ao Remembrance Day no Reino Unido, caindo sempre no segundo domingo de novembro.

Neste dia, há cerimônias em igrejas, memoriais de guerra e mausoléus, evocando todos aqueles que perderam suas vidas durante guerras (inclusive civis), não se restringindo à Primeira Guerra Mundial.

Um dos pontos principais é o momento de silêncio de 2 minutos, a partir das 11 horas da manhã, que foi feito pela primeira vez em 1919, a pedido do Rei George V.

A Família Real Britânica sempre participa das cerimônias do Remembrance Day.

E por hoje é só! Algum conteúdo que você gostaria de ver por aqui? Só comentar abaixo (ou enviar uma mensagem na página de contato).

Arrivederci!