Notting Hill: roteiro pelos pontos de Londres utilizados no filme

Emblema da estação Notting Hill Gate do metrô. Emblema da estação Notting Hill Gate do metrô.

Um Lugar Chamado Notting Hill é um filme daqueles que quase todo mundo já assistiu. Lançado em 1999, ele atrai até hoje uma legião de seguidores, que lotam as ruas do bairro de Notting Hill, em especial Portobello Road.

Embora o gênero não agrade a todos, é daqueles clássicos para conferir até por quem simplesmente curte o estilo das ruas de Londres, por exemplo.

Se você, como eu, gostaria muito de conhecer um pouco mais sobre os lugares utilizados na filmagem, o texto de hoje é para você! Dei uma passeada por Londres e trago hoje uma lista dos locais utilizados na obra.

Antes disso, porém, vamos dar uma contextualizada…

Tá com pressa e não quer contextualização sobre o filme? Vá direto para o roteiro.

Do que trata o filme?

Cartaz do filme nos EUA e Reino Unido. Todos os direitos reservados aos seus criadores e demais profissionais relacionados com a obra e sua divulgação.

O filme aborda a relação entre o vendedor de livros William Thacker (Hugh Grant) e a atriz americana Anna Scott (Julia Roberts).

William tem uma vida pacata em Notting Hill, um canto de Londres que ainda guarda (na época do filme, claro) um estilo de “vila”, com uma alma meio alternativa.

A principal ocupação de Thacker é gerindo uma loja de livros de viagem que, obviamente, de tão específica não teria como ser muito bem-sucedida.

Durante um destes dias típicos em sua loja quase vazia, William recebe uma cliente inesperada, Anna Scott, que atrai toda sua atenção.

Anna está na capital vez ou outra, seja para gravação de filmes ou para lançamento de um novo trabalho, mas mora de fato nos Estados Unidos.

Obviamente, entre encontros, despedidas e surpresas, o filme traz muito babado, confusão e gritaria para quem assiste. O que acontece e como tudo termina, claro, você vai ter que descobrir por conta própria. 😀

Para realçar sua curiosidade, aqui vai o trailer:

“👨🏻 -Eu moro em Notting Hill. Você mora em… Beverly Hills. Todos no mundo sabem quem você é.
👩‍🦰 -Também sou apenas uma garota, na frente de um garoto, pedindo para que a ame.”

Roteiro esperto

Para fazer o roteiro, naturalmente, teremos de citar alguns momentos do filme. Se ainda não assistiu e quer fugir de spoilers, é melhor não prosseguir com a leitura!

Antes de mais nada, o essencial é dividir as áreas de filmagem em dois grupos. No primeiro, temos os locais de Notting Hill, ou seja, na vizinhança que deu nome ao filme; no segundo, outros pontos que foram utilizados na produção do filme.

Ao final, há ainda um mapa esperto que preparei para vocês! 😉

Locais em Notting Hill

Para chegar ao bairro, a melhor opção é a estação Notting Hill Gate do metrô, mas Ladbroke Grove também é bem próxima.

The Coronet Theatre (103 Notting Hill Gate)

Local onde William assiste a um dos filmes estrelados por Anna.

The Coronet Theatre
The Coronet Theatre

Rosmead Garden (Rosmead Road)

Após uma festa na casa de Bella e Max, Anna e William passam pela Rosmead Road e decidem pular a cerca do Rosmead Garden.

Atualmente, as grades estão bastante alteradas. O jardim em frente, Montpelier Garden, tem uma cerca bem mais similar àquela que aparece no filme.

Fique atento, porém, já que os jardins são de uso privativo dos moradores dos respectivos condomínios da área e você não pode “imitar” os atores e entrar ali.

Uma vez por ano, há o evento de Open Gardens em Londres. Se você der sorte, poderá estar pela cidade na época e o jardim poderá estar entre as opções daquele ano, como já ocorreu.

Rosmead Garden
Rosmead Garden (vista a partir do portão). O jardim não é de acesso livre.

Casa de Bella e Max (91 Lansdowne Road, Notting Hill)

Anna e William visitam Bella e Max na ocasião do aniversário da irmã de William, Honey.

Infelizmente, é possível, conferir apenas a fachada da casa.

Casa de Bella e Max
Casa de Bella e Max – Notting Hill. A casa exibida no filme está exatamente no meio da foto.

Portobello Road Market (Portobello Road)

Famoso também entre aqueles que não são fãs do filme, as lojas desta rua são um charme à parte.

William caminha nesta rua quando está chegando à sua livraria.

No Google Maps, a busca por “Portobello Road Market te leva para um extremo da rua onde já não há mais lojas. Para começar do outro lado, sugiro seguir o mapa que criei e disponibilizo na próxima seção do texto. 😉

Portobello Road Market - Notting Hill
Uma parte das lojinhas na Portobello Road.

The Travel Bookshop (142 Portobello Road)

Local da loja de livros de viagem de William, o local é atualmente uma loja de souvenirs.

A livraria de livro de viagens que teria inspirado a loja criada no filme ficava perto dali, na 13-15 Blenheim Close, mas não existe mais.

The Travel Bookshop - Notting Hill
The Travel Bookshop, que na vida real é, atualmente, outra entre tantas lojas de lembrancinhas. 😦

Café (303 Westbourne Park Road)

Foi aqui que William comprou um suco de laranja durante o filme.

Não há muita coisa para se ver além da placa com o nome da rua e um café na esquina entre Portobello Road e Westborne Park Road.

Café onde William comprou suco de laranja no filme.
Local onde William comprou suco de laranja no filme.

Casa do William (280 Westbourne Park Road)

É aqui que se pode ver a famosa porta azul do local em que William morava com seu colega de apartamento, Spike.

Após o filme, a moradia despertou o interesse de muita gente e seu valor subiu vertiginosamente. A porta original, por exemplo, acabou sendo leiloada.

No lugar, após colocarem uma porta de outra cor, acabaram por retornar a uma opção na cor azul, ajudando os fãs do filme a localizarem a famosa casa.

Porta da casa de William Thacker no filme Notting Hill
Local da casa de William Thacker no filme Notting Hill. A porta original foi leiloada.

Tony’s Restaurant (105 Golborne Road)

O restaurante que faliu durante o filme é hoje uma loja de cartões comemorativos e presentes.

Local utilizado como "Tony's Restaurant" no filme Notting Hill.
“Tony’s Restaurant” é, pelo menos atualmente, uma loja de cartões comemorativos e presentes.

Demais locais

Os locais a seguir só valem a pena ser visitados se você for muito fã do filme e quiser visitar o máximo de locações.

Por não ficarem na mesma vizinhança, é melhor pesquisar anteriormente se a locomoção é possível, por exemplo.

Jardim “Zem” (31-35 Craven Hill Gardens)

Localizado entre os números 31 e 35 de Craven Hill Gardens, foi neste jardim que Anna e William se casaram.

À época, os jardins pertenciam a um hotel. Hoje, porém, toda a área compõe um condomínio de luxo. O acesso é restrito e você só consegue dar uma olhadinha através das grades.

O condomínio não fica muito longe de Notting Hill, mas só vale a pena ir até lá se for muito fã do filme.

Jardim Zem utilizado no filme Notting Hill. O local pertence a um condomínio de luxo.
Jardim Zem. O acesso é restrito a residentes.

Nobu Restaurant (COMO Metropolitan London, 19 Old Park Ln)

Este é um restaurante japonês muito famoso, que já figurou em diversos filmes, sendo Notting Hill apenas um deles. É também bastante procurado por personalidades.

No filme, William e Anna têm um encontro no local. É também aqui que Anna reage a um grupo de homens muito desagradáveis que estava em uma mesa próxima.

O restaurante fica no hotel COMO Metropolitan. Obviamente, é um local de preços bem poucos acessíveis. Se quiser provar dos itens do local, prepare os bolsos e não se esqueça de fazer as reservas com antecedência.

The Ritz Hotel (150 Piccadilly)

Anna se hospedou neste hotel no filme.

A passagem coberta na frente do hotel, na avenida de nome Piccadilly, também foi utilizada no filme. É muito agradável caminhar em frente às diversas janelas com jardineiras.

Cineworld Cinema (5-6, Leicester Square)

Foi aqui que a première do filme aconteceu. O cinema fica onde também funciona um cassino.

Aproveite que está em uma das principais regiões de Londres (Leicester Square) e visite a loja da Lego, loja dos M&Ms, a China Town, o bairro Soho (famoso por ser a principal região amigável aos LGBTQI+ da cidade), West End (região dos principais teatros) e vários outros locais.

The Savoy Hotel (2 Savoy Ct)

A conferência de imprensa com Anna aconteceu na luxuosa sala “Lancaster Room” deste hotel.

Por se tratar de um hotel bem caro, é possível que você (assim como eu), dê uma passadinha por lá e confira apenas a luxuosa fachada.

Kenwood House (Hampstead Lane, Hampstead)

O local foi utilizado como um set de filmagens de um filme de época da qual Anna fazia parte.

Por ser um local bem mais afastado do que os demais e já fora de Londres (Hampstead), pode não fazer sentido para a maioria das pessoas.

É possível fazer visitas ao local, que é administrado pela English Heritage. Os detalhes para locomoção e outras informações podem ser encontrados no site oficial.

Mapa completo

A seguir, apresento todos os itens citados anteriormente em um mapa no Google Maps, para facilitar ao máximo a sua visita!

A área desenhada com bordas azuis reune os principais pontos, todos dentro de Notting Hill. Aproveite!

E por hoje é só! Espero que tenha gostado do conteúdo de hoje…

Arrivederci! 🙂