Olá!

Conforme prometido, hoje falaremos da segunda parada da viagem, na cidade de Verona. Eterno lar de Romeu e Julieta, a cidade tem mais de dois milênios de história e é hoje um dos centros econômicos do Vêneto, no norte da Itália.

Partindo de Padova, onde estávamos hospedados, pegamos o trem rumo à Verona. Compramos o bilhete para a linha regional, com parada na estação Verona Porta Nuova, a € 7,10 cada. Havia outra estação de Verona no percurso, a Verona Porta Vescovo, então a parada ideal dependerá de quais pontos da cidade você pretenderá visitar.

Olá! 🙂
Fiquei longe do blog por alguns dias, mas foi por uma boa causa!

Conforme dito há um tempo atrás, minha irmã e eu faríamos uma viagem à Itália em setembro. Foi nossa primeira viagem internacional! Aproveitamos para conhecer as cidades dos nossos antepassados e alguns outros pontos do país.

Para o começo da viagem, escolhemos visitar Noale e Trebaseleghe no primeiro dia completo no país (um dia após a chegada à Itália). Partindo de Padova (ou Pádua), nosso ponto de apoio para os primeiros dias no bel paese, pegamos o ônibus para Noale, que custava 3,40 (cada). Assim que se entra no ônibus, deve-se fazer a convalida do bilhete, ou seja, devemos “datar” o uso deste.

Ancient writing on old book
Photo by Mark Rasmuson on Unsplash

Olá!

Tudo bem com vocês?

Uma das coisas que mais curto no Brasil está na “personalização” que a língua ganha nas diversas cidades e regiões. Nasci na zona rural do município de Muriaé, em Minas Gerais. Em outra oportunidade, falarei da minha versão do mineirês, mas hoje contarei sobre algumas pérolas que fui ouvindo durante meu passeio pelas cidades gaúchas de Pelotas e Porto Alegre.

Map, camera and compass - Photo by Chris Lawton on Unsplash
Photo by Chris Lawton on Unsplash

Olá!

Hoje o assunto será daquelas conversas de terapia boteco. Já parou pra pensar no quanto de você fica guardado todos os dias, sem uso ou destaque?

Comecemos por mim. Eu adoro viajar, mas raramente o faço. Imagino uma centena de lugares que gostaria de visitar, mas raramente reservo tempo e dinheiro para realizar estes desejos. Com o passar dos dias, vou me esquecendo de cada um dos destinos desejáveis e sigo em frente.

Livros. Chatsworth House. Photo by Thomas Kelley on Unsplash
Photo by Thomas Kelley on Unsplash

Olá!

Para muitos que passam por aqui, uma dúvida deve pairar no ar: por que alguém iria pesquisar sobre seus antepassados? Qual a graça de procurar, muitas vezes em livros repletos de poeira, um monte de nomes, datas, locais e acontecimentos de anos ou mesmo séculos atrás?

Tentando esclarecer essa dúvida, contarei um pouco sobre o início do meu interesse pelos meus bisavós, trisavós e demais ramos da família.