Viagens, vida no exterior e cotidiano.

Morar em Londres: checklist da mudança

Morar no exterior21/03/2021

Uma das principais certezas de que qualquer residente em Londres tem é de que o aluguel por aqui é salgado, assim como alguns dos itens que compõem o custo de vida tipicamente londrino.

Além disso, porém, há uma espécie de ritual para quem procura uma casa nova (ou está saindo da casa antiga) e quer evitar problemas. Entre condições específicas do contrato e legislação da área, é sempre bom ter tudo muito claro para que o processo ocorra da forma mais tranquila possível.

Já te dei dicas aqui no blog sobre como encontrar um local para morar em Londres. Já conferiu?

Como estou planejando minha próxima mudança (terceiro apê desde que cheguei aqui), quero ajudar quem está nesta situação com uma listinha fácil, “curta” e simples de acompanhar. Confira:

Casa nova

  • Antes de assinar o contrato, sempre leia todos os documentos, dando foco extra para alguns elementos:
    • Qual o prazo máximo de contrato?
    • Qual a cláusula de quebra permitida para ambos? Se for um contrato de 12 meses, por exemplo, há geralmente a permissão para rompê-lo sem multa na metade do prazo, desde que seja feito um aviso com a antecedência exigida.
    • As únicas coisas que você deveria pagar de início são o primeiro mês de aluguel e um depósito inicial (geralmente, equivalente a cinco semanas de aluguel). Verifique com cuidado se qualquer outra taxa surgir.
    • Quais as regras especiais citadas no contrato? É permitido furar parede, pendurar quadros ou alterar a cor da pintura?
  • Ao definir a data de entrada no imóvel, lembre-se sempre de deixar todas as outras regras verbalmente definidas também no papel. Nada substitui um comprovante por escrito daquilo que foi acordado.
  • Por lei, você tem o direito de definir os fornecedores de energia, gás, telefone fixo e internet para o imóvel em que você está se mudando. Salvas exceções específicas, como casos em que o aquecimento é central para todo o prédio, cada um tem o direito de pesquisar online as tarifas e contratar a empresa que melhor atender suas necessidades.
  • No dia em que o aluguel efetivamente começa a rolar, SEMPRE peça para ter acesso aos números atuais dos medidores de água, eletricidade e gás. Você é responsável por qualquer consumo a partir dali e precisa ter certeza de que não vai arcar com o consumo de quem era o responsável antes de você. Informe estes valores também a quem te alugou o imóvel (com fotos).
  • Escolhido o fornecedor de cada item, solicite o ativamento do serviço em seu nome, informando o valor atual no relógio de medição para a empresa que presta o serviço, que procederá então com a migração entre fornecedores e a criação do contrato em seu nome. Se a mudança for no final de semana, pode ser que a empresa não funcione, então verifique isso com antecedência.
  • Verifique qual o período de permanência mínimo com aquele fornecedor. Se seu contrato com a empresa for mais longo do que seu contrato de aluguel, será necessário verificar se você pode levar o mesmo contrato para um novo endereço ou se há multas para cancelamento antes do tempo.
  • Verifique o inventário do estado do imóvel (e da mobília), que será usado para comparar com o estado daquela residência quando você for sair dali. Ele está completo? Há algum item descrito ali de forma errada? Verifique tudo. Você pagará no final por qualquer diferença que não for justificável como desgaste natural do uso.
  • Você lidará com o landlord (proprietário) ou com o estate agent (agência imobiliária)? Quais os contatos?
  • Verifique qual é o council responsável pela sua área de residência. Você pagará um imposto mensal (ou em outro tipo de período), a council tax, correspondente ao tempo de estadia naquele lugar e ao número de moradores dali. Outros detalhes afetam este valor, incluindo a profissão e idade dos moradores, configuração da residência e o valor do imóvel. Ê você (e não o proprietário) que deve pagar esta taxa.
O que é council tax?

Council tax é uma taxa paga à administração regional responsável pelo local onde mora. Esta taxa mantém, por lei, serviços públicos daquela área, como recolhimento de lixo, biblioteca pública, limpeza de ruas, manutenção de parques e jardins, entre outras coisas. Seu cadastro no council é obrigatório, mesmo quando seu perfil te concede algum tipo de isenção de pagamento (estudantes, por exemplo).

Casa antiga

Não é só a casa nova que precisa da sua atenção. Se você estiver saindo de um imóvel na Inglaterra, há alguns fatores a levar em consideração:

  • Combine com o proprietário(a) e/ou agência imobiliária sobre a limpeza final do imóvel. É sua responsabilidade ou eles mesmo farão e descontarão do depósito de segurança que você fez quando se mudou? Em inglês, esta faxina se chama professional cleaning ou end of tenancy cleaning e há profissionais que fazem este tipo de serviço (muito mais completo do que nossa faxina rotineira).
  • Anote o valor nos relógios de medição de gás, eletricidade e água (se for o caso) e ligue para todos os fornecedores que atuam no seu imóvel, encerrando a conta e pagando (ou recebendo) o que for aplicável. Guarde estes valores e envie para quem te alugou o lugar.
  • Tente colocar os móveis e equipamentos que estavam no imóvel na ocasião da sua chegada na mesma posição do início. Tudo deve estar o mais próximo do estado original daquele lugar.
  • Avise ao council sobre a sua saída e a data em que isto ocorrerá. Se você se mudará para um imóvel cuja região também é administrado pela mesma autoridade, informe também qual será o novo endereço.
  • Verifique os prazos para encerramento antecipado do contrato (se for o caso). Não há como sair no mesmo dia sem que pague por isso!
  • Confira no contrato as condições para encerramento do acordo de aluguel. O aviso tem que ser por carta ou e-mail? Para qual endereço? Solicitações fora do prazo ou diferentes do acordado podem te gerar doe de cabeça.

E é isso por hoje! Espero que este texto tenha te ajudado a simplificar um pouco o processo de morar de aluguel na capital britânica.

Sentiu falta de algo? É só entrar em contato.

Até já! :)


Imagem de destaque:
Vista de Londres a partir do Royal Observatory em Greenwich.
© 2021. Un caffè per due. Feito com Gatsby